(51) 3737-5191
Atendimento de Seg a Sex, das 09h às 18h.
Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

24/10/2019

Vinhos falsificados: confira dicas para não comprometer sua adega

Imagine comprar uma garrafa de uma safra recomendadíssima. Você finalmente a abre e ao tomar o primeiro gole percebe que o vinho não corresponde em nada as recomendações que recebeu. Na verdade, você comprou um Cabernet Sauvignon e esse parece um Carménère...
 
Infelizmente, essa cena acontece com muitos enófilos que acabam adquirindo uma garrafa ilegítima. De acordo com a revista Forbes, o mercado de fraude nos vinhos pode chegar a US$ 3 bilhões e para o especialista em bebidas ilícitas, Scott Evers, mais de 20% das garrafas de vinho no mundo são falsificadas.
 
Evers também afirma que a fraude atinge desde as garrafas mais caras até as mais baratas, então mesmo que você não seja um colecionador de vinhos, é preciso ter cuidado. Por isso, separamos algumas dicas para que você saiba diferenciar um vinho falso de um original. Confira:
 
  1. -> Repare no rótulo: procure por erros de ortografia, erro de impressão, verifique também se existe algum número de série para fazer uma checagem com os produtores. Caso as informações não coincidam, desconfie.
  2. ->Verifique se a safra está correta e se o vinho foi realmente produzido e vendido pelo produtor naquele ano.
  3. ->Se o vinho não tiver cápsula, é possível verificar se a rolha tem o nome do produtor gravado, assim como a safra. Se os dados verificados na rolha não condizerem com as informações do rótulo, desconfie. Desconfie também se imagem e fontes usadas não forem compatíveis com as comumente usadas pelo produtor.
  4. ->Apenas compre de fornecedores assim como a Dionysius,  que podem comprovar a proveniência da bebida.